Horta caseira – Parte 1 – O começo…

Quem nunca pensou em ter uma pequena horta em casa? Eu já pensei! Nada muito grande apenas alguns vasos com alguns temperos e se der certo quem sabe hortaliças também. Esse é o sonho de muitas pessoas hoje em dia, poder cuidar da alimentação e ingerir alimentos saudáveis e sem agrotóxicos. Mas como podemos conciliar essa vontade de comer alimentos frescos e saudáveis com o pouco espaço que existe nas casas ou apartamentos que moramos hoje em dia?

Esse é o primeiro post de uma série que vai ajudar vocês a conseguir cultivar uma pequena horta em casa e mantê-las da melhor forma possível.

Vamos começar!

horta caseira

O primeiro passo para montar sua horta é escolher um espaço dentro da sua casa com bastante sol. Nós temos que lembrar que iluminação é muito importante para que as hortaliças cresçam, não precisa ter sol o dia todo mas ele precisa ter contato direto sobre as plantas por um período de pelo menos 4 a 6 horas.

Definido o local o segundo passo é a escolha das espécies que serão cultivadas. O importante neste momento é saber o que você quer plantar e o espaço disponível para isso. Se você possui uma pequena área em casa ou apartamento o ideal é escolher plantas de cuidados mais simples como por exemplo alguns temperos: manjericão, alecrim, tomilho, orégano, salsinha e cebolinha. Lembre-se que é super importante considerar o tamanho que cada planta cresce para ver se o espaço disponível vai ser suficiente, não adianta cultivar uma espécia que crescer demais e começar a tomar mais espaço do que é possível. Neste link tem uma imagem que ajuda bastante nesta escolha.

Como cada planta exige um cuidado diferenciado você vai precisar estudar algumas características básicas para poder decidir que tipo de vaso, irrigação e adubação escolher mas agente já chega lá.

Na minha pesquisa percebi que é muito mais fácil começar a horta com mudas prontas ao invés de utilizar sementes. Além do crescimento ser mais rápido não corremos o risco das sementes simplesmente não brotarem. E não podemos esquecer que depois do crescimento das sementes é preciso replantar as mudas mais fortes e descartar as outras, a praticidade pode ajudar muito neste ponto.

horta caseira

Na hora de escolher o vaso preste bastante atenção à profundidade mínima que deve ser de aproximadamente 20 cm a 30 cm. Eu sei que há fotos lindas na internet com pequenos vasos, mas não adianta, a horta não irá crescer o suficiente e as plantas precisam de espaço para suas raízes.

A montagem do vaso é bem simples: colocar uma camada de cascalho (ou argila expandida) na parte inferior do vaso para que tenha uma boa drenagem da água. Esse cascalho impede que haja entupimento do vaso e que não acumule água de mais fazendo as raízes apodrecerem. Agora você vai precisar de uma camada de areia ou uma manta de drenagem. Aqui a única diferença é somente no peso do vaso já que se você optar por usar a areia ele ficará mais pesado. Faça uma camada de terra orgânica para você pode acomodar mudas. Depois é só preencher o restante com mais terra orgânica e segure o impulso de apertar a terra depois de preencher todo o vaso ou você pode sufocar a coitadinha da planta. Finalmente por último existe a possibilidade de colocar pequenas pedras sobre a terra para que ela perca menos umidade e assim vai diminuir a quantidade de regas, isso facilita se você não tem o hábito de molhar um pouquinho todo dia.

Ficou com vontade de montar a sua horta? No próximo post vou te ajudar a cuidar de alguns tipo de planta dentro da sua horta e combater as famosas pragas … é só clicar aqui: Horta em casa – Post 2 – no dia a dia.

Referências:

Mulher UOL, Delas – jardinagem, Revista casa lindaEmbrapa, Época

Tagged with:     , ,

Related Articles

2 Comentários

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Facebook

Anúncio